LOGIN

O que é uma fintech de câmbio e como ela pode ajudar a sua empresa?

Câmbio, Fintech, Remessas

Sua empresa realiza remessas internacionais? Se a resposta for sim, é provável que você conheça toda burocracia, custos e prazos que envolvem esse tipo de operação de câmbio.

Diante desse cenário, dá para imaginar como seria a rotina do seu departamento financeiro se os processos fossem mais simples?

A 4ª Revolução Industrial trouxe consigo uma transformação no mercado financeiro que permitiu que um grupo de empresas introduzissem inovações tecnológicas para criar soluções financeiras, que não eram possíveis até então.

Estas empresas foram denominadas fintechs, que como a própria essência do nome entrega é a junção das palavras financial (financeiro) e technology (tecnologia).

Em um curto espaço de tempo, o uso da tecnologia e da inteligência artificial passou a fazer parte da rotina e das atividades dos setores produtivos de todos os mercados, e na indústria financeira não foi diferente. Agregando tecnologia aos serviços financeiros, foi possível redesenhar processos e transformar a forma como as pessoas e as empresas se relacionam com as instituições financeiras.

Neste artigo, vamos mostrar como as operações de câmbio têm se tornado mais eficientes e menos burocráticas em razão do surgimento das fintechs de câmbio. Além disso, apresentaremos dicas e informações que lhe ajudarão a conhecer e entender como novas soluções financeiras podem contribuir para o crescimento do seu negócio. 

O mercado de câmbio e inovação tecnológica

O mercado de câmbio no Brasil é composto, essencialmente, por dois tipos de operações:

  • Remessas internacionais, que consistem nas transferências de recursos para ou do exterior; e
  • Compra e venda de moeda estrangeira em espécie ou cartão pré-pago.

O Banco Central do Brasil é o órgão regulador responsável por fiscalizar as transações realizadas pelas instituições que atuam nesse mercado. Isso significa que todas as empresas que oferecem serviços de câmbio precisam estar devidamente autorizadas e registradas junto à autarquia.

O grande problema que envolve o mercado de câmbio é o excesso de burocracia, uma vez que esse tipo de operação financeira pode ser utilizada para lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo.

Por isso, para garantir o controle e a conformidade das operações, tornou-se imprescindível utilizar a tecnologia para desburocratizar e otimizar os processos de câmbio.

A importância da desburocratização nas práticas empresariais

A legislação brasileira é uma das mais complexas do mundo. Se pensarmos sob a perspectiva tributária, novas leis são editadas constantemente, o que acaba se refletindo em burocracias no dia a dia. Por sua vez, essas burocracias não se limitam às obrigações fiscais e contábeis, se estendendo à outras áreas das empresas.

Quando pensamos em transações bancárias, o mesmo raciocínio pode ser aplicado. Mesmo com toda a tecnologia existente, ainda é muito comum que o empresário se depare com dificultadores atrelados a regimentos internos e processos burocráticos estabelecidos pelas instituições bancárias tradicionais, sem mencionar os elevados custos praticados.

E o que isso significa para seu negócio? Perda de produtividade, eficiência e dinheiro. Enquanto sua empresa dispende tempo com burocracias, seu concorrente está focado nas operações chave do negócio e ganha mais espaço no mercado.

Isso demonstra a importância que os gestores precisam dar para as novas soluções que estão sendo criadas para otimizar processos e reduzir os custos dos serviços financeiros. No caso das remessas internacionais, por exemplo, as fintechs de câmbio têm se posicionado como a melhor alternativa para agregar agilidade e preço nessas operações.

As fintechs conseguem otimizar processos retrógrados, há décadas intocáveis pelas instituições financeiras tradicionais, com foco na experiência do cliente.

O câmbio e os diferenciais da fintech de câmbio

Se chegou até aqui, é porque provavelmente já precisou realizar uma remessa internacional. Se isso foi feito pelos meios convencionais, certamente você se deparou com as elevadas taxas e burocracias.

Quer conhecer um jeito diferente? A seguir, confira quais são os principais diferenciais das fintechs de câmbio e entenda por que as empresas têm buscado cada vez mais os serviços dessas fintechs.

Agilidade

Todo o processo de câmbio foi otimizado. Assim sendo, a documentação da operação é enviada no momento do fechamento do câmbio e analisada de imediato para que você possa fazer tudo de uma única vez.

Liquidação imediata

Enquanto nos bancos tradicionais suas remessas podem demorar até três dias úteis para chegar no ou do exterior, existem fintechs de câmbio, como a Trocka, que asseguram um prazo de até 24h.

Segurança

As fintechs de câmbio são credenciadas junto ao Banco Central, o que garante a total transparência e segurança para seus clientes.

Redução de custos

No que diz respeito aos valores cobrados, as instituições bancárias trabalham com taxas que chegam a 12% do valor da operação de câmbio, sem mencionar as tarifas embutidas. Já fintechs, como a Trocka, praticam taxas fixas de 1% e não cobram tarifas, proporcionando redução de custos de até 90%.

Atendimento especializado

O atendimento é feito por profissionais especializados em câmbio aptos a assessorar seus clientes na elaboração de todos os documentos necessários para formalização das operações.

Autonomia

As fintechs de câmbio, como a Trocka, oferecem aos seus clientes uma plataforma digital que viabiliza a autonomia necessária para as empresas controlarem, enviarem e receberem remessas de forma simplificada.

A fintech de câmbio é a melhor alternativa para seu negócio

Como você pôde conhecer, o que diferencia a fintech de câmbio de uma instituição financeira tradicional é a agilidade dos processos, o atendimento humanizado e especializado, a autonomia concedida ao cliente e a redução de custos.

Isso significa que a sua empresa pode realizar transferências internacionais com taxas justas e transparentes, sem se deparar com cobranças imprevistas e toda a burocracia que os bancos insistem em exigir dos seus clientes.

Além disso, a liquidação imediata é uma grande vantagem se você precisa de rapidez nos trâmites das suas transações internacionais.

As fintechs de câmbio estão revolucionando o jeito de fazer câmbio e por isso, cada dia mais, vêm sendo consideradas a melhor alternativa para serviços financeiros de câmbio a nível nacional e internacional, como aponta o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Nós da Trocka queremos ser a sua referência nesse mercado, garantindo um processo simples, totalmente digital, com custo baixo e atendimento especializado.

Você precisa realizar remessas internacionais ou comprar e vender moedas estrangeiras em espécie ou cartão pré-pago? Entre em contato com a gente e conheça soluções desenhadas especialmente para atender às demandas do seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound